Assembleia Geral do CPERS/Sindicato delibera por greve nacional de três dias

Fotos: Pedro Revillion/CPERS/Sindicato
Fotos: Pedro Revillion/CPERS/Sindicato

Os educadores da rede estadual de ensino aprovaram, em assembleia geral realizada na tarde desta sexta-feira 14, em Porto Alegre, a participação na greve nacional marcada para os próximos dias 17, 18 e 19.

A greve será marcada pela realização de visitas às escolas no dia 17, atividades nos núcleos do sindicato no dia 18 e um ato público estadual no dia 19, com concentração às 10h, em frente ao CPERS/Sindicato (Av. Alberto Bins, 480, Centro, Porto Alegre).

Durante a greve, a categoria vai cobrar do governo Tarso:
– Implementação do piso como vencimento básico da carreira;
– Criação do piso para funcionários de escola;
– Defesa dos planos de carreira do magistério e dos funcionários de escola;
– Manutenção do índice de reajuste do piso de acordo com o custo aluno;
– Implementação de 10% do PIB na educação pública já;
– Contra o PNE do governo Dilma.

A categoria também reivindica a transformação do vale-refeição em auxílio alimentação e a nomeação imediata dos professores aprovados no concurso realizado no ano passado.

A assembleia também aprovou a realização de um seminário, no dia 31 de março, sobre o Golpe Militar e a criminalização dos movimentos sociais; e de uma atividade estadual conjunta com os servidores federais, em abril.

O dia de mobilização foi fechado com uma caminhada desde o Gigantinhoaté o Largo Glênio Peres, no Centro de Porto Alegre, onde aconteceu um ato classista e independente alusivo ao Dia Internacional da Mulher.

Fonte: Site do CPERS

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.