Chama Crioula é acesa e dá início a celebrações tradicionalistas no Rio Grande do Sul

Um dos momentos mais importantes do tradicionalismo gaúcho, o acendimento da chama crioula foi realizado em Iraí, no Norte do Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (10). A cerimônia marca oficialmente o início dos festejos farroupilhas, que seguem até 20 de setembro. O ritual é repetido todos os anos, desde 1947.

De acordo como Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), o ato começou quando um grupo de jovens retirou uma centelha da pira da pátria e conduziu do Parque Farroupilha até o Colégio Júlio de Castilhos, em Porto Alegre, iniciando um movimento de resgate e preservação dos usos e costumes gaúchos que também impactou na criação do MTG.

Chama Crioula é acesa em Iraí, no Norte do RS (Foto: Reprodução/RBS TV)
Chama Crioula é acesa em Iraí, no Norte do RS (Foto: Reprodução/RBS TV)

A cerimônia em Iraí aconteceu em uma chácara às margens do Rio Uruguai. Depois, ocorreu a saída em cavalgada até uma estrutura montada para receber a chama, perto de um Centro de Tradições Gaúchas (CTG). Ela fica no local até a manhã de sábado (11), quando será distribuída pelo estado.

São esperados 800 cavalarianos das 30 regiões tradicionalistas do estado para dar início à distribuição da chama. A rede hoteleira da cidade está com todas as vagas ocupadas. Alguns também acampam.

Antes da saída, a cidade ainda conta com uma programação oficial que inclui mateada, apresentações artísticas de invernadas e shows.

G1.com

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.