Departamento de Meio Ambiente participa de seminário

Com a nova lei sancionada pela Presidência da República, autoridades de toda região se reuniram na Furg para discutir sobre o tema “O saneamento e a gestão pública dos resíduos sólidos”.
A lei de resíduos sólidos gerou uma série de debates no auditório do Centro de Convivência Meninos do Mar (CCMar), durante os dias 19 e 20 de agosto.
Entre os principais objetivos do encontro promovido também pela Fundação Nacional da Saúde (Funasa), estava à coleta seletiva e a separação do lixo nos municípios.
Morro Redondo já desenvolve a coleta seletiva e a separação do lixo, mas que deve ser ainda melhorada, explica a Coordenadora de Meio Ambiente Natali Rodrigues.
No município o popular lixão a céu aberto não existe mais, dando lugar ao aterro controlado que hoje no Rio Grande do Sul está proibido, mas que segundo a FEPAM, está em processo de análise, podendo ainda ser utilizado na cidade e em outros municípios por estar de acordo com as normas técnicas ambientais.
“A nova lei de resíduos com base no que está previsto nas legislações irá alterar muitas coisas, até mesmo no que diz respeito ao saneamento no município”, destaca Rodrigues.
A proteção da saúde pública e a qualidade ambiental agora com a nova lei estão ainda mais em evidência e traduz a preocupação dos órgãos responsáveis por políticas públicas ainda mais eficientes. Neste sentido o consórcio municipal entre a prefeitura do município e a Azonasul, tem papel fundamental, pois busca soluções definitivas que resolva o problema da destinação dos resíduos sólidos urbanos nos municípios.

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.