Eleição no Uruguai vai para o 2º turno; 3º colocado apoia oposição

Luiz Lacalle e Pou (esquerda) e Tabaré Vázquez. (Foto: Miguel Rojo e Pablo Bielli / AFP Photo)
Luiz Lacalle e Pou (esquerda) e Tabaré Vázquez. (Foto: Miguel Rojo e Pablo Bielli / AFP Photo)

O terceiro colocado na eleição presidencial do Uruguai, Pedro Bordaberry, declarou nesta segunda-feira (27) apoio ao candidato de centro-direita Luis Lacalle Pou no segundo turno da disputa pela Presidência contra o candidato de esquerda Tabaré Vázquez.

Segundo um boletim divulgado às 7h50 pela Corte Eleitoral, que realiza uma apuração manual dos votos, Vázquez, candidato pela coalizão de esquerda Frente Ampla, permanece à frente com 45,5% dos votos, contra 31,7% de Lacalle Pou, do Partido Nacional.

O candidato do Partido Colorado (centro-direita), Pedro Bordaberry, aparece com 13,4% dos votos, enquanto o líder do Partido Independente (centro-esquerda), Pablo Mieres, tem 2,8%.

Se estima que os resultados completos da apuração primária só sejam conhecidos ao meio-dia desta segunda-feira (27).

O plebiscito para introduzir uma reforma constitucional que pretendia reduzir de 18 para 16 anos a idade penal recebeu o apoio de 47,1% dos eleitores, mas precisava do 50% dos votos mais um para ser aprovada.

Mais de 2,6 milhões de uruguaios estavam registrados para votar no domingo na eleição presidencial. O país também definiu os 30 senadores e 99 deputados que integram o Parlamento.

A disputa
De saída do cargo, o presidente José Mujica, um ex-guerrilheiro de 79 anos, tenta devolver o poder ao seu antecessor Tabaré Vázquez. Mujica e Vázquez, de 74 anos, entregaram uma década de forte crescimento econômico, com Mujica legalizando o aborto, o casamento homossexual e a produção, distribuição e venda de maconha.

Há seis meses, a coalizão de esquerda Frente Ampla parecia ser favorita com certa folga para assegurar um terceiro mandato de cinco anos na presidência, com suas políticas econômicas pró-mercado e medidas de bem-estar social. Mas depois de uma vitória inesperada nas primárias do Partido Nacional, Luis Lacalle Pou, de 41 anos, passou a subir constantemente nas pesquisas, aproveitando o descontentamento de muitos uruguaios com o alcance das reformas liberais.

Fonte: G1.com

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.