Eleições 2018: quem são os candidatos a presidente

As convenções partidárias que definem as nominatas para a disputa do Planalto iniciaram no dia 20 de julho. Até o dia 5 de agosto, os candidatos que pretendem concorrer à Presidência da República precisam ser oficializados pelos seus partidos. Os nomes nas chapas podem ser mudados até o dia 15 de agosto.

Veja, em ordem alfabética, quem são os candidatos:

Alvaro Dias (Podemos)

André Ávila / Agencia RBS
Alvaro Dias é senador pelo ParanáAndré Ávila / Agencia RBS

O Podemos confirmou Alvaro Dias como candidato à Presidência durante convenção realizada em Curitiba em 4 de agosto.  Em seu discurso, o candidato priorizou propostas de combate à corrupção e confirmou que convidou os juristas René Dotti, Miguel Reale Junior e Modesto Carvalhosa para fazerem parte do seu governo.

Cabo Daciolo (Patriota)

Alex Ferreira / Câmara dos Deputados
Cabo Daciolo é deputado federal pelo Rio de JaneiroAlex Ferreira / Câmara dos Deputados

 O Patriota oficializou no dia 4 de agosto a candidatura do deputado federal Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, o Cabo Daciolo, à Presidência da República. Daciolo defende mais investimentos em educação e segurança e se posicionou contrário à legalização do aborto e à ideologia de gênero.

  • Vice: Suelene Balduino Nascimento
  • Partidos da coligação:  Patriota

Ciro Gomes (PDT)

Marcelo Camargo / Agência Brasil
Ciro Gomes é ex-governador do Ceará e ex-ministroMarcelo Camargo / Agência Brasil

O PDT confirmou, em 20 de julho, a candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República. No discurso, Ciro falou, sem detalhar, os 12 eixos de sua campanha. Além de emprego, saúde e educação, o candidato focou em segurança pública.

Geraldo Alckmin (PSDB)

André Ávila / Agencia RBS
Geraldo Alckmin é ex-governador de São PauloAndré Ávila / Agencia RBS

O PSDB confirmou Geraldo Alckmin em 4 de agosto, durante convenção nacional do partido, em Brasília.  A convenção aprovou também a coligação com o PP, DEM, PR, Solidariedade, PRB, PSD, PTB e PPS, além da candidata a vice-presidente, senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS).

Guilherme Boulos (PSOL)

Mateus Bruxel / Agencia RBS
Guilherme Boulos é coordenador nacional do MTSTMateus Bruxel / Agencia RBS

PSOL confirmou Guilherme Boulos em 21 de julho (única candidatura registrada no TSE, por ora). Se eleito, pretende anular atos do governo Temer, como a reforma trabalhista, o regime que definiu teto aos gastos públicos e as concessões de áreas de exploração de petróleo a grupos estrangeiros.

  • Vice: Sônia Guajajara (PSOL)
  • Partidos da coligação: PSOL, PCB

Henrique Meirelles (MDB)

Isadora Neumann / Agencia RBS
Henrique Meirelles é ex-ministro da FazendaIsadora Neumann / Agencia RBS

Em 2 de agosto, o MDB oficializou Henrique Meirelles como candidato à presidência. O fato de a economia não estar crescendo como esperado, segundo ele, pode ajudar sua campanha. Meirelles foi ministro da Fazenda do governo Temer.

Jair Bolsonaro (PSL)

FÁBIO MOTTA / ESTADÃO CONTEÚDO
Jair Bolsonaro é deputado federal pelo Rio de JaneiroFÁBIO MOTTA / ESTADÃO CONTEÚDO

Em 22 de julho, o Partido Social Liberal (PSL) confirmou a candidatura de Jair Bolsonaro. Em discurso, o candidato afirmou que pretende privatizar ou extinguir a maior parte das estatais do país e prometeu defender a propriedade privada.

João Amoêdo (Novo)

Júlio Cordeiro / Agencia RBS
Amoêdo foi do conselho de administração do ItaúJúlio Cordeiro / Agencia RBS

Em 4 de agosto, o Partido Novo confirmou a candidatura de João Amoêdo à Presidência. O cientista político Christian Lohbauer concorrerá como vice.  Entre as propostas de Amoêdo estão equilibrar as contas públicas, acabar com privilégios, melhorar a educação básica e atuar na segurança.

  • Vice: Christian Lohbauer (Novo)
  • Partidos da coligação: Novo

João Goulart Filho (PPL)

Cristiano Estrela / Diário Catarinense
Candidato foi deputado estadual no RSCristiano Estrela / Diário Catarinense

O Partido Pátria Livre (PPL) confirmou a candidatura do  poeta, filósofo e escritor  João Goulart Filho neste domingo (5).  Filho do ex-presidente João Goulart, o Jango, foi deputado estadual no Rio Grande do Sul pelo PDT. Diz que sua principal proposta é a retomada do nacionalismo e do desenvolvimentismo.

  • Vice:  Léo Alves
  • Partidos da coligação: PPL

José Maria Eymael (DC)

Divulgação
Eymael foi deputado federal na época da constituinteDivulgação

O partido Democracia Cristã (DC) confirmou, em 28 de julho, a candidatura de José Maria Eymael. Ele, que foi deputado federal constituinte, se posicionou contra a corrupção e disse que quer um país onde exista a igualdade de oportunidade.

  • Vice: Helvio Costa (DC)
  • Partidos da coligação: DC

Lula (PT)

Ricardo Stuckert / Instituto Lula
Lula foi presidente da República entre 2003 e 2010Ricardo Stuckert / Instituto Lula

O PT confirmou a candidatura de Lula em 4 de agosto. Preso desde 7 de abril, o ex-presidente se pronunciou por meio de carta, em que  afirma que a democracia está “ameaçada”. No domingo (5), o partido anunciou aliança com o PCdoB. Com isso, Manuela d’Ávila deixa de ser candidata a presidente.

  • Vice: Fernando Haddad
  • Partidos da coligação: PT, PROS

Marina Silva (Rede)

Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Marina Silva foi senadora pelo Acre e é ex-ministraFábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

 A Rede Sustentabilidade oficializou, neste sábado (4), a candidatura de Marina Silva à Presidência.  Também foi confirmado Eduardo Jorge como vice.  Durante os discursos, seus correligionários lembraram que ela não é investigada e, por isso, pode combater a corrupção que assola o país.

Vera Lúcia (PSTU)

Facebook / Reprodução
Vera Lúcia é operária e militante sindicalFacebook / Reprodução

O PSTU lançou, em 20 de julho, Vera Lúcia como candidata à Presidência. Durante a convenção, ela prometeu atuar pela defesa dos direitos trabalhistas por mais igualdade social.

  • Vice: Hertz Dias
  • Partidos da coligação: PSTU

Fonte: Gaucha ZH

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.