Emissão de carteiras de passe livre intermunicipal pode levar ao menos 30 dias para ser normalizada

A confecção dos cartões de passe livre intermunicipal para mais de quatro mil estudantes deve demorar ao menos 30 dias. A emissão foi bloqueada por conta de suspeitas de desvio de recursos da União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul (UEE). Uma reunião foi realizada na terça-feira (16).

Durante o encontro entre representantes da UEE e da Metroplan foram apresentados documentos para comprovar a legitimidade do presidente interino da entidade, Álvaro Fernandes Lottermann, no cargo. O material será avaliado pela entidade que controla o transporte intermunicipal.

A emissão das carteiras é feita por intermédio da UEE, mas a senha da entidade foi bloqueada. Isso porque a organização estudantil está envolvida em suspeitas de corrupção, e já trocou de presidente três vezes. O caso está sendo investigado pelo Ministério Público.

Na reunião ficou acordado que a emissão das carteiras pode ser liberada pela Metroplan, mas a confecção dos documentos pode demorar ao menos 30 dias.

Fonte: Globo.com

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.