Governo do Estado publica nota sobre o Hospital de Canguçu

Em meio a crise e o pronunciamento da direção do Hospital de Caridade sobre o possível fechamento da instituição nesta quinta (24) a Secretaria de Saúde do Estado, publicou uma nota oficial sobre o impasse.

Nota à imprensa – Hospital de Caridade de Canguçu

Sobre as manifestações sobre o possível fechamento do Hospital de Caridade de Canguçu, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) esclarece que:

O Hospital aderiu ao FUNAFIR 8 e recebeu valor total de R$ 1.793.112,26. Deste valor, mais de R$ 597 mil eram referentes às dívidas de 2014 e pouco mais de R$ 543 mil referentes aos atrasos de 2015. E R$ 651.694,60 mil foram valores que contemplavam os incentivos de outubro e novembro. Essa contemplação engloba a média complexidade e incentivos federais de outubro e a competência novembro dos incentivos federais.

Percebe-se que a maior parte do valor recebido pelo Hospital, referente ao FUNAFIR, não eram vinculadas às dívidas do Estado com a Instituição. Na competência Outubro/2015, o Hospital tinha valor global a receber de R$ 428.521,82 mil e foram descontados R$ 183.717,54 mil referentes a empréstimos anteriores, já contraídos pela direção hospitalar e mais R$ 216.297,04 mil referentes à contemplação dos incentivos que a instituição recebeu via FUNAFIR.

Na competência Novembro/2015, o Hospital tinha R$ 564.894,03 mil, dos quais R$ 183.717,54 mil foram descontados por ser de empréstimo realizado anteriormente pela instituição hospitalar e mais R$ 316.830,31 mil foram descontados referentes à contemplação das competências recebida via FUNAFIR. Portanto, fica claro que o Governo do Estado agiu de forma correta, tanto auxiliando o Hospital de Caridade a receber os valores de direito, como mantendo seu compromisso com a transparência e zelo pelos recursos públicos, ao descontar os incentivos já pagos anteriormente.

Cabe salientar que dos mais de R$ 651 mil que o Hospital recebeu referentes aos incentivos de outubro e novembro, a SES/RS descontou um total de R$ 533 mil, restando um saldo a ser descontando na ordem de R$ 118.567,25 mil, que serão descontados nos próximos pagamentos ao Hospital.

Reafirmando o compromisso de total transparência em seus atos e uma gestão pública focada na realidade financeira do Estado, a SES/RS se mantém aberta ao diálogo para que não haja prejuízos ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Porém, as informações divulgadas pela direção hospitalar, de que a SES/RS não realizou os pagamentos devidos, não encontram respaldo na realidade”.

Secretaria Estadual de Saúde – Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.