Morro Redondo é contemplado na Consulta Popular deste ano

A equipe da Consulta Popular e os representantes das oito secretarias com programas eleitos pela população na votação deste ano detalharam quais os projetos regionais que receberão os recursos em 2017. As reuniões pelo estado duraram quase um mês e contaram com a participação dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes).

As prioridades de cada uma das 28 regiões foram escolhidas pelos eleitores em votação realizada entre 5 e 7 de julho deste ano e serão incluídas na Proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA).

“Durante esta semana, finalizamos as reuniões nos Coredes com as respectivas secretarias, com intuito de afinar os projetos que foram votados com o orçamento de cada secretaria”, explica o secretário adjunto do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional (Seplan), José Oltramari.

Conforme o coordenador da Consulta Popular, Teonas Baumhardt, as reuniões envolvendo as secretarias estaduais foram importantes porque as dificuldades de execução dos anos anteriores estavam diretamente ligadas aos problemas na etapa da construção dos projetos.

“Com os técnicos de cada secretaria indo aos Coredes e ajudando no processo desde o princípio, temos mais objetividade. Isso vai facilitar a execução da Consulta Popular. É a primeira vez, em 18 anos, que esta metodologia é adotada”, comenta Teonas.

Até dezembro, os projetos devem ser construídos e, a partir de janeiro, a Seplan começa a disponibilizar os R$ 50 milhões destinados à Consulta Popular 2016-2017.

Os repasses da votação do ano passado, no valor total de R$ 60 milhões, começaram a ocorrer em junho e seguem nos próximos meses.

“Estamos distribuindo os recursos da Consulta Popular 2015-2016 para todos os Coredes. Pretendemos liquidar até outubro todo pagamento dos projetos. Isto permite resgatar a credibilidade da Consulta Popular e que a sociedade enxergue que, de fato, o que votou em sua região está efetivamente acontecendo”, afirma Oltramari.

Morro Redondo

O município foi contemplado na área da agricultura com o valor que chega a R$ 141 mil, e que que serão aplicados nos projetos de correção, manutenção e recuperação do solo e para apoio ao desenvolvimento da Agricultura Familiar.

Confira detalhadamente os municípios da região sul contemplados: Programas eleitos.

Com informações do Portal do Estado do RS

 

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.