Município sedia a abertura da colheita regional do Pêssego


A abertura oficial da colheita regional do pêssego aconteceu nesta sexta-feira (2) na propriedade do senhor Edemar Flugel, localizada na colônia Colorado em Morro Redondo.

Durante o evento estiveram presentes as principais autoridades de Morro Redondo e Região, como também os deputados estaduais Pedro Pereira (PSDB) e Miriam Marroni (PT) e os deputados federais Afonso Hamm (PP) e Fernando Marroni (PT). Também prestigou a cerimônia o representante do governo do Estado Joé Batista.

De acordo com o presidente da Emater Lino de David a tendência é de que está safra seja muito boa para os produtores. “Com a rearticulação e com as novas tecnologias de monitoramento a colheita deve ser muito produtiva para todos que estão envolvidos neste trabalho”, falou Lino.

Conforme o presidente da Associação dos Produtores de Pêssego, Dari Bosembecker, a forma como todo o processo para que a safra do pêssego este ano ocorresse da melhor forma possível deve ser destacada e parabenizada. “Em nome de todos os produtores rurais, só tenho a agradecer a Emater e a Embrapa pelo apoio na busca por soluções aos problemas que teríamos que enfrentar com a mosca, e o resultado está aqui, uma bela colheita”, afirmou. Bosembecker aproveitou a oportunidade para entregar uma carta com algumas reivindicações dos produtores ao deputado federal Afonso Hamm (PP).

Em 2011 além dos bons lucros que o pêssego tende a trazer outro fator importante foi destacado pelo presidente do Sindicato Indústria Doces e Conservas Alimentícias de Pelotas Paulo Afonso Crochemore. “Esta safra nos trouxe um significado especial da cadeia produtiva do pêssego, pois a região vive o seu melhor momento no que diz respeito a união, fator que foi construído e que estava perdido a muito tempo, disse Crochemore.

Já para o prefeito municipal de Morro Redondo, os produtores estão de parabéns e merecem cada vez mais o apoio e o incentivo de todos aqueles que defendem a expansão da fruta através da sua comercialização. “Gostaria de parabenizar a todos e dizer que assim, damos início a abertura oficial da colheita do pêssego, e estou muito feliz por este ato acontecer aqui em nosso município em comemoração a nossa 2º Festa do Pêssego e do Frango”, comentou o prefeito do Democratas.

Segundo os dados da Emater Regional a produção da fruta que envolve a região está em torno de 6,7 mil hectares e uma produção estimada superior a 54 mil toneladas, envolvendo 1.368 produtores.

O agricultor Edemar Flügel, possui 30 hectares de pêssegos, com cerca de 24 mil pés. A família planta também dois hectares de maçã, dois de abóbora e possui 12 hectares de preservação. A mão de obra familiar conta com o trabalho da esposa e um casal de filhos. Segundo o extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Edgar Nörenberg, a produção de pêssego tem grande importância econômica, histórica, cultural e social na Região Sul do Estado. Na região, concentra-se um importante parque fabril, que gera 2.500 empregos diretos, além da grande ocupação de mão de obra diretamente na produção.

A Abertura da Colheita do Pêssego Safra 2011 na Região de Pelotas teve o apoio da Emater/RS-Ascar, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Embrapa Clima Temperado, Associação dos Produtores de Pêssego da Região de Pelotas, Sindicato da Indústria de Doces e Conservas Alimentícias de Pelotas, Azonasul, prefeituras de Cerrito, Canguçu, Pelotas e Arroio do Padre e sindicatos de Trabalhadores Rurais.



Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.