Município terá posto da Justiça Comunitária

O Tribunal de Justiça do RS instalará, amanhã, d30 de novembro, às 14h, o Posto de Justiça Comunitária para atender o município de Morro Redondo.

A solenidade de instalação será realizada nas dependências da Câmara Municipal de Vereadores de Morro Redondo, situada na Avenida dos Pinhais, n.º 63.

O Posto de Justiça Comunitária, vinculado à Central de Conciliação e Mediação da Comarca de Pelotas, é fruto de uma parceria entre o Tribunal de Justiça do RS e os Poderes Executivo e Legislativo de Morro Redondo, e possibilitará à comunidade a resolução de conflitos de natureza cível por meio de conciliação e mediação pré-processual.

Os pedidos de encontros conciliatórios poderão ser formulados nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 13 às 17h, na sede do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) onde funcionará o Posto (Rua das Hortênsias, n.º 11, fone 53-32747098, e-mail: justicacomunitariamorroredondo@yahoo.com.br.

De acordo com o Juiz de Direito Coordenador da Central de Conciliação e Mediação da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, “A instalação do Posto de Justiça Comunitária em Morro Redondo significa ampliação do acesso à justiça, pois a comunidade poderá buscar a resolução de um conflito sem precisar se deslocar da sede do município, integrante da Comarca de Pelotas; também traduz uma valorização da própria comunidade, pois incentiva os próprios cidadãos a resolverem suas divergências por meio do diálogo, facilitado por um conciliador ou mediador”.

“Para o Judiciário, significa uma maior proximidade geográfica com a comunidade e a oferta de um novo serviço, rápido, seguro e sem burocracia; ofertando-se a possibilidade de pacificação social sem a necessidade do recurso a um processo, filtra-se o acesso à jurisdição, reservando-o àqueles casos em que a composição amigável não foi possível”, finaliza o Magistrado.

Com informações: Conciliação Pelotas

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.