População define prioridades na Consulta Popular durante três dias

Começou nesta terça-feira (1º) a votação da Consulta Popular 2017-2018 em todo o estado. A população tem até quinta-feira (3) para escolher o projeto prioritário para sua região.

O valor total a ser destinado é de R$ 60 milhões do orçamento anual, R$ 10 milhões a mais que no ano anterior. Estão disponíveis 9 mil urnas para a votação presencial por meio do aplicativo disponível aos representantes dos Coredes e dos Comudes e também em pontos fixos abertos ao público para votação nas entidades, hospitais, prefeituras, principais pontos nas cidades do estado.

Em 2016, pela primeira vez na história, a Consulta Popular repassou 100% dos recursos previstos para execução dos projetos regionais aprovados. Mesmo em um cenário de crise financeira, cerca de R$ 50 milhões do orçamento estadual foram investidos nas prioridades escolhidas no pleito 2015-2016, com foco nas desigualdades regionais e nas melhorias nos municípios.

Votação
Neste ano, a votação ocorre nesta terça (1º), quarta (2) e quinta-feira (3), em todo o estado, com voto secreto. Estão habilitados a votar apenas os eleitores com domicílio eleitoral no Rio Grande do Sul, que podem votar em apenas um dos Programas ou ações constantes da cédula de votação de sua região do Corede. Na votação online e nos pontos de votação, é necessário o número do título de eleitor. Caso não o tenha, o ambiente de votação na internet vai permitir pesquisa diretamente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Estão contempladas as seguintes áreas: Saúde; Desenvolvimento Rural e Cooperativismo; Agricultura, Pecuária e Irrigação; Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia; Cultura, Turismo, Esporte e Lazer; Minas e Energia; Educação; Segurança Pública; Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos; e Obras.

As cédulas homologadas em cada Corede já estão disponíveis para a população conhecer o programa ou a ação para votação. Acesse o site e digite o seu município.

Como votar
– Pelo site da Consulta Popular;

– Presencialmente, por aplicativo disponível a representantes dos Coredes e dos Comudes;

– Via SMS para o número 29000 com a palavra RSVOTO ‘hashtag’ (Nº do título de eleitor) ‘hashtag’ (Nº do programa, de 1 a 10); incluindo o ‘hashtag’ como separador das informações.

Cédula de projetos da Zona Sul.

O projeto mais votado receberá 35% da verba, o segundo 25%, o terceiro e o quarto lugar recebem cada um 20% do valor total. As dez propostas contemplam todos os 23 municípios da Região Sul, que terá disponibilizado R$ 2.532. 428,57. No momento da votação é possível escolher apenas um programa.

Com informações: Ascom SPGG/RS

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.