Quartas de final da Copa do Brasil ficam sem confrontos estaduais em sorteio

oram definidos na manhã desta segunda-feira os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil, em sorteio realizado na sede da CBF, na zona oeste do Rio de Janeiro. Com a competição se afunilando, os clássicos regionais eram inevitáveis. Entretanto, apesar de rivais de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais presentes, não haverá clássicos estaduais nesta fase da competição. O Atlético-MG encara o Botafogo, o Flamengo pega o Santos, o Grêmio enfrenta o Atlético-PR, enquanto Palmeiras e Cruzeiro medem forças.

Equipes conhecem adversários das quartas e caminho até a final (Foto: Felipe Siqueira/GloboEsporte.com)Equipes conhecem adversários das quartas e caminho até a final (Foto: Felipe Siqueira/GloboEsporte.com)

Equipes conhecem adversários das quartas e caminho até a final (Foto: Felipe Siqueira/GloboEsporte.com)

Veja os confrontos*:
Atlético-MG x Botafogo
Flamengo x Santos
Grêmio x Atlético-PR
Palmeiras x Cruzeiro
*os clubes da esquerda fazem o primeiro jogo em casa

Cerca de meia hora depois das definições dos confrontos, um novo sorteio foi realizado para definir os mandos de campo. Para evitar jogos na mesma cidade em datas próximas, o sorteio foi dirigido. Com isso, Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras abrirão em casa seus confrontos com Botafogo, Santos e Cruzeiro, respectivamente. Por serem representantes únicos de seus estados, Grêmio e Atlético-PR tiveram o mando sorteado separadamente, com o clube gaúcho com a responsabilidade de fazer a primeira partida em casa.

Chaveamento definido até a final
O que os clubes e torcedores já sabem é o caminho até as finais caso avancem, já que não haverá mais sorteios de confrontos nas próximas fases – apenas de mandos de campo. De um lado, quem passar de Atlético-MG e Botafogo encara o vencedor de Flamengo e Santos. Do outro lado da tabela, quem ficar com a vaga entre Palmeiras e Cruzeiro enfrenta Furacão ou Grêmio.

Datas previstas
As datas previstas para os jogos de ida são 28 de junho ou 5 de julho. A distância para as partidas de volta é grande – serão disputadas no dia 26 de julho ou 9 de agosto. Todos em quartas-feiras. Estas, porém, são apenas “datas base”. Poderão haver pequenas alterações nos dias dos confrontos, como deslocamento de determinada partida para quinta-feira, por exemplo, para se adequar às transmissões e para não coincidir com jogos da Libertadores e da Sul-Americana. Os dias exatos das partidas só serão definidos após o sorteio das competições continentais, que acontecem dia 14/06.

“Mini-Libertadores”
Dos oito times nas quartas de final, sete deles entraram diretamente nas oitavas por participarem da edição deste ano da Libertadores – sendo que seis deles (Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Grêmio, Palmeiras e Santos) ainda estão na competição continental (apenas o Flamengo saiu). O único clube que vem disputando a Copa do Brasil desde a primeira fase é o Cruzeiro.

Seis campeõs nas quartas de final
Dois times ainda na briga pelo título de 2017, seis deles já levantaram a taça do torneio. Atual campeão, Grêmio é o maior vencedor, com cinco títulos, seguido por Cruzeiro (4), Flamengo e Palmerias (3). Santos e Atlético-MG possuem um título cada. Botafogo e Atlético-PR já foram finalistas, mas estão em busca da primeira taça. Dentre os confrontos nas quartas, apenas Palmeiras e Cruzeiro já se encontraram em finais, em 1996 e 1998, com um título para cada.

Clubes não podem mais inscrever jogadores
Enquanto os clubes seguem em buscas de reforços para a sequência da temporada, o regulamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) impede que novos jogadores sejam inscritos para o restante da Copa do Brasil. De acordo com o artigo 6º, o prazo limite para inscrição se encerrou no dia 24 de abril.

Fonte: Globo Esporte.com

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.