Relatório sobre a estiagem em Morro Redondo – Verão 2011/2012

O escritório da Emater/MR em parceria com o IBGE divulgou alguns efeitos ocasionados pela estiagem em nosso município:

O “déficit hídrico” vem se acumulando desde agosto de 2010, mas apenas em 2011 temos um déficit de 20% em relação à média histórica do município, fazendo com que a situação seja mais grave com o aumento do déficit em novembro, dezembro e janeiro, de 35%, 50% e 53%, respectivamente.

A chuva ocorrida tem trazido alento aos agricultores em relação à situação das lavouras, na maioria das localidades do município, mas o abastecimento de água na Zona Rural é bastante crítico, principalmente para descedentação animal.

Os dados levantados na última avaliação realizada nesta semana mostram uma estimativa de perdas para os principais produtos agropecuários do município, que estão abaixo tabulados:

Cultura/

Criação

Área Normal

(ha)

Produção Normal

Área Plantada

(ha)

Perda

(%)

Perda (volume)

Perda

(R$)

Milho (grão)

1.600

5.760 t

1.500

5

288 t

120.000,00

Milho (silagem)

400

10.000 t

350

5

500t

150.000,00

Soja

400

960t

400

20

192t

134.400,00

Feijão

150

225 t

150

50

112,5t

150.000,00

Abobora

60

600t

60

30

180t

54.000,00

Leite

530.000 l/d

20 1

106.000 l/d

68.900,002

Fumo

160

320 t

160

15

48 t

240.000,00

1O índice se refere à quebra na produção média diária de leite do município, sendo que o volume de leite perdido refere-se ao acumulado de novembro á março.

2O valor da perda do leite refere-se à perda por dia.

Também precisa ser mencionado que em algumas atividades, as perdas não são diretas, ou imediatas, como na avicultura de corte, na qual a dificuldade está no abastecimento de água potável, que em muitos casos, necessitam de transporte à longas distâncias, através de carroças e carretas, ocasionando um elevado custo, além da  impossibilidade de alojamento de pintos já mencionado.

As culturas do milho e fumo e a bovinocultura de leite deverão ter suas perdas ainda aumentadas se continuar o quadro de estiagem.

O abastecimento de água potável para as famílias rurais e animais, também está comprometido, apesar das obras emergenciais realizadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural em parceria com a Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural possui uma demanda para a abertura de 10 poços tubulares em comunidades rurais.

Morro Redondo, 26 de janeiro de 2012.


Até o momento Morro Redondo encontra-se em situação regular, o que descarta o pedido de decreto de emergência em decorrência da seca.


Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.