Sartori anuncia novos secretários. Fábio Branco representa a Região Sul na Casa Civil

O governador José Ivo Sartori anunciou na manhã desta quinta-feira (27) alterações em parte das secretarias estaduais. Seis pastas terão novos titulares, além do Instituto de Previdência do Estado (IPE) e da Casa Militar. São nomes que já ocupavam cargos no Piratini, com exceção de uma indicação técnica e uma para agradar o PSB, partido da base que reclamava da falta de espaço.

“Nós precisamos virar a chave e reforçar a semeadura de esperança com o foco no crescimento, no desenvolvimento e reforçar o Rio Grande que dá certo todos os dias”, pontuou Sartori, destacando que é preciso uma nova postura, mas a manutenção do foco inicial do Executivo. Isso inclui os projetos polêmicos que estão na Assembleia Legislativa e que o governo colocará em votação nos próximos meses, mesmo sem a certeza da vitória.

Alterações

A escolha para a pasta da Educação foi a mais surpreendente, por trazer alguém de fora da política tradicional. O nome foi guardado a sete chaves pelo Piratini e só revelado poucos momentos antes. A secretaria ficará a cargo do diretor-executivo da Agenda 2020, Ronald Krummenauer. Ele entra no lugar de Luís Antônio Alcoba de Freitas, que deixa o governo com a saída do PDT.

“Nós temos a possibilidade de desenvolver parcerias como, por exemplo, ensinar inglês nas escolas, para fazer tecnologia da informação voltada à escola”, disse Krummenauer, afirmando que o foco é a melhoria nos índices de ensino, mas ainda sem dar detalhes de como irá atuar para melhorar a aprendizagem em sala de aula.

Na Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação, o ex-deputado Fabiano Pereira entra no lugar de Carlos Búrigo, que ocupava o cargo interinamente e que permanece como secretário de Planejamento, Governança e Gestão.

Indicado pelo PSB, Pereira iria a pasta Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, mesmo órgão que liderou durante a gestão de Tarso Genro, o que desagradou Sartori. A solução foi acomodá-lo na Secretaria de Obras, que estava sem titular efetivo desde a saída de Gerson Burmann, que desembarcou do governo junto com o PDT em abril.

Núcleo político

O governador também confirmou trocas em secretarias estratégicas politica e administrativamente. A chefia da Casa Civil será ocupada por Fabio Branco, que irá integrar o núcleo duro do governo, que conta com Sartori, os secretários da Segurança Pública, Cezar Schirmer, e de Comunicação, Cléber Benvegnú. A missão do novo titular será reforçar a interlocução do Piratini com a Assembleia Legislativa, na tentativa de ampliar a base de apoio na Casa, missão encarada como “difícil” pelo novo titular.

“Minha missão é somar esforços do que vem sendo tratado e até mesmo um diálogo maior”, destacou Branco.

O antigo chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, assumirá a antiga pasta de Branco, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico. Ele já assumiu posto semelhante no governo de Yeda Crusius e acredita que a volta ao tema será positiva. Biolchi enfrentava resistências internas e já havia sido retirado do núcleo político do governo.

“É desafiador. Acho que tenho um trabalho pesado a ser feito, mas recebo a incumbência com otimismo muito grande”, disse.

Para a Secretaria do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos foi confirmada a interina Maria Helena Sartori. Na pasta de Minas e Energia também assume o interino Artur Lemos. Na Casa Militar, o tenente-coronel Alexandre Martins assume no lugar do coronel Everton Oltramari.

Além disso, foi confirmado o nome de Otomar Vivian na presidência do Instituto de Previdência do Estado (IPE).

Novos integrantes do Executivo:

– Casa Civil: Fábio Branco (PMDB)

– Desenvolvimento Econômico: Márcio Biolchi (PMDB)

– Educação: Ronald Krummenauer

– Obras, Saneamento e Habitação: Fabiano Pereira (PSB)

– Secretaria do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos: Maria Helena Sartori (PMDB)

– Minas e Energia: Artur Lemos

– Casa Militar: Alexandre Martins

– IPE: Otomar Vivian

Demais anúncios:

– Secretário-adjunto da Segurança Pública: coronel Everton Oltramari

– Secretário-adjunto do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia: Evandro Fontana

– Secretária-adjunta e diretora geral da Educação: Iara Wortman

Fonte: Rádio Gaúcha

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.