WhatsApp sai do ar por 72 horas no Brasil por determinação da Justiça

A justiça brasileira ordenou o bloqueio do WhatsApp no Brasil por 72 horas, a partir das 14h de hoje (2). As empresas de telefonia móvel e banda larga deverão impedir que o aplicativo funcione nos celulares e no Wi-Fi. Para continuar utilizando o app, uma das opções é a instalação de um aplicativo de VPN.

Clientes da Vivo, da TIM, da Claro, da Oi e da Nextel serão afetados pela medida. As empresas confirmaram o recebimento da notificação e que vão aplicar o bloqueio no horário determinado pela Justiça. O WhatsApp é o aplicativo mais utilizado do Brasil, à frente do Facebook e do YouTube.

É importante ressaltar que a VPN funciona como uma rede privada dentro da Internet. O “dono” desta rede pode, em tese, as suas comunicações por WhatsApp e também ao histórico de sites abertos. Utilize este recurso com moderação – preferencialmente, depois de pesquisar provedores de VPN e escolher aquele que lhe parece mais interessante.

Para entender melhor o assunto, saiba o que é VPN.

Entenda o caso

Esta é a segunda vez que o WhatsApp passa por um grande bloqueio. Em 16 de dezembro de 2015, outra decisão judicial determinou que as empresas de telefonia impedissem a troca de mensagens em texto e áudio com os amigos.

Segundo o portal G1, o bloqueio foi pedido porque o Facebook (proprietário do app) não cumpriu outra medida judicial para compartilhamento de informações que subsidiariam investigação criminal. Em 16 de dezembro do ano passado, o WhatsApp já havia ficado fora do ar devido a um bloqueio similar, porém, com duração de 48 horas.

A decisão foi proferida pelo juiz criminal Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto, no Sergipe. De acordo com o jornal “Folha de São Paulo”, ele é o mesmo magistrado que mandou prender o vice-presidente do Facebook para a América Latina, Diego Dzodan, em março deste ano.

Em nota, a operadora TIM confirmou que o bloqueio será executado nesta tarde. “Esclarecemos que as prestadoras não são autoras e não fazem parte da ação que resultou na ordem judicial”, informou a nota, divulgada em redes sociais. Em resposta ao jornal O Globo, a Claro também afirmou ter recebido a notificação judicial.

Rivais do WhatsApp contam com recursos exclusivos

Entre as alternativas para troca de mensagens estão o Telegram, um app que permite a configuração para que as mensagens sejam apagadas automaticamente após alguns segundos, e o ZapZap, um programa desenvolvidos por brasileiros e baseado no protocolo de comunicação do Telegram. Ele possibilita assistir a vídeos por streaming, com a promessa de economizar memória interna do smartphone.

Mensagens no WhatsApp podem ter prazo de validade (Foto: Divulgação/Telegram)
Mensagens no WhatsApp podem ter prazo de validade (Foto: Divulgação/Telegram)

Fonte: TecMundo

Redação

Todos os textos publicados no Morro Redondo Online podem ser copiados e reproduzidos livremente, no todo ou em parte desde que a fonte seja citada. Nosso Portal também não se responsabiliza pelos comentários dos leitores e a publicação de conteúdos assinados, e, ou, de outras fontes.